Pesquisar...

Carregando...

Aeroporto de Jericoacoara receberá voos durante a Copa

28/02/2014


Image-0-Artigo-1555667-1
As pistas estão completas e a estrutura dos terminais têm 50% concluídos. A expectativa é para voos não comerciais neste primeiro momento
FOTO: JÉSSYCA RODRIGUES
A Setur busca a homologação parcial para que o local receba voos de táxis aéreos, executivos e outros

Cruz. O Aeroporto Internacional de Jericoacoara estará recebendo voos pontuais durante a Copa do Mundo 2014, mesmo sem estar pronto totalmente. A entrega completa do equipamento está prevista para julho próximo. Até agora, as pistas já estão completas e a estrutura dos terminais encontra-se com 50% concluídos. O município irá receber ainda obras na CE-085 que liga a localidade de Monteiros à Praia do Preá.
O secretário de Turismo do Estado, Bismarck Maia, explica que a Setur busca a homologação parcial para que o Aeroporto Internacional de Jericoacoara receba voos de taxis aéreos, voos executivos e qualquer outro tipo de aviação que não estejam vinculadas com empresas aéreas.
A Setur esteve no último dia 14 juntamente com o prefeito de Cruz, Adauto Mendes, e os secretários municipais de Infraestrutura e Turismo. Estiveram presentes também representantes do Banco de Desenvolvimento Latino Americano (CAF). A comitiva visitou os locais onde estarão recebendo investimentos do Caf, sendo eles o Aeroporto Internacional de Jericoacoara, Praça de Eventos e Pavimentação do trecho até a Praia do Preá.

Bismarck destaca que o investimento é importante para a consolidação da região como destino turístico internacional, abrangendo todas as praias e serras por perto. "Para que o destino seja realmente consolidado, é de suma importância que haja um aeroporto até 70km de distância. Além da praia de Jericoacoara, o Preá, Camocim e Acaraú serão alguns dos destinos privilegiados com a chegada do aeroporto", afirma ele.

A pista já concluída teve investimento de R$ 47,4 milhões. Possui 2,2 mil metros de extensão e capacidade para 1.200 voos por ano. É a segunda maior pista do Estado. A escolha pelo município de Cruz foi estratégica, para o empreendimento. Foi devido à praia de Jericoacoara ser cercada pelo Parque Nacional, exigindo preservação do ambiente natural. Com o aeroporto, a viagem entre Fortaleza e a praia mais procurada do Ceará passará de seis horas de carro para uma hora de voo.
Além dos turistas, o aeroporto servirá também para o escoamento de produção agrícola do da Região Norte e da Serra da Ibiapaba, principalmente a produção agrícola e a exportação de flores e frutas para a Europa. "O transporte por meio de vias aéreas é hoje o mais popular por meio das empresas. Se tornou mais rápido e barato. Com a construção que liga a cidade de Viçosa do Ceará à Granja, torna esse acesso da serra ainda mais rápido para as produções daquela região", aponta Bismarck.

Rodovia estadual
Cruz vai receber ainda um reforço na estrada que liga a localidade de Monteiros até Preá, a CE-085. Faz parte do pacote de obras do Estado no setor de infraestrutura na região. A rodovia está em processo de licitação durante o mês de março e a expectativa é de que, até maio, iniciem as obras.

Outra estrada a ser beneficiada é a que liga Barroquinha à Praia de Bitupitá. "Essa é uma demanda antiga dos moradores de ambos os municípios e irá proporcionar maior conforto e segurança para quem transita ali diariamente e para o turismo das duas regiões".

O secretário de Turismo de Cruz, Agnaldo de Menezes, afirma que um empreendimento desse porte vem para atender toda a região, não apenas trazendo turistas, como também servindo como alternativa para a população local que busca um meio mais rápido de chegar à Capital.

Para tanto, ressalta que cada ação deve ser pensada em conjunto regional, abrangendo diversos órgãos de vários municípios. "O aeroporto servirá para Rota da Emoção, que compreende Maranhão, Piauí e Ceará. Tudo vem sendo trabalhado em parceiras". Para driblar as distâncias entre a sede do município, Jericoacoara, Preá e o aeroporto, o secretário explica estar sendo discutida a implantação de uma linha de táxi e vans que façam o transporte entre aeroporto e sedes, além da linha de 4x4 que levariam direto às praias. "O assunto é discutido amplamente. Associações e cooperativas já têm se apresentado para ocupar essas linhas".
Jéssyca Rodrigues
Colaborador
Mais informações

Secretaria do Turismo do Estado
(85)3101.4661/4654
Prefeitura de Cruz
Praça dos Três Poderes,S/N
(88)3660.1277

JOÃO JAIME DIZ QUE GOVERNO DO PT QUER PRIVATIZAR JERICOACOARA.

18/02/2014


Em sua página no facebook, o Deputado João Jaime (DEM) disse que nesta quarta-feira, 12, esteve em reunião no município de Jijoca, onde representantes do Ministério do Planejamento e do Ministério do Meio Ambiente apresentaram à população local uma proposta indecente e desrespeitosa, a privatização do Parque Nacional de Jericoacoara!
Segundo João Jaime, disfarçada de Parceria Público-Privada (PPP), o Governo Federal deseja passar para o controle de uma empresa privada toda a administração do Parque Nacional de Preservação. Essa empresa passaria controlar todo o fluxo de visitantes, cobrando pela entrada. A empresa vencedora da licitação para exploração do parque, também construiria hotéis e restaurantes em diversas localidades, incluindo a famosa duna do pôr do sol.
Os cálculos apresentados pelos consultores levam a um faturamento anual de mais de sessenta milhões de reais por parte da empresa vencedora, o que representa o dobro do orçamento da Prefeitura Municipal de Jijoca.
Para o deputado João Jaime, tudo indica que algum espertalhão encontrou uma maneira de ganhar muito dinheiro à custa das belezas naturais de Jericoacoara, porém, essa pessoa, esse órgão, ou quem quer que seja, enfrentará grande resistência. O deputado disse ainda que infelizmente a história volta a se repetir, há trinta anos atrás ele lutava junto à população de Jericoacoara contra duas firmas que desejavam se apropriar desse patrimônio inestimável. E como deputado autor do Projeto de Lei de Preservação de Jericoacoara, irei lutar novamente contra essas firmas que deseja se apropriar do nosso patrimônio.
Para o deputado, dessa vez, as empresas exploradoras contam com o patrocínio do governo petista da Presidenta Dilma, que usa os ministérios e assessores para viabilizar essa medida incabível. 
João Jaime disse que levará o assunto ao Plenário da Assembleia Legislativa, ao Ministério Público Federal, e a todos os canais possíveis para livrarmos mais uma vez Jericoacoara dos aproveitadores. E que não irá descansar enquanto não acabar com essa trama sórdida que tem como objetivo criar um poder paralelo, que controlaria toda nossa Jericoacoara, tirando o emprego e a renda daqueles que são filhos da terra e exercem suas atividades de trabalho livremente.
O deputado finalizou convocando todos para juntos acabar com essa ideia nefasta de privatizar o Parque Nacional de Jericoacoara.

Leia mais no site do autor deste artigo: http://www.oacarau.com/#ixzz2tfo4Erzr
Copiar e não citar a fonte, além de má educação, é ilegal.

DEPUTADO ROGÉRIO AGUIAR NÃO SERÁ MAIS CANDIDATO


Iniciando sua vida parlamentar, em 1995, na Assembleia Legislativa Estadual, o deputado Rogério Aguiar, líder político na Região Norte, com destaque para o Baixo-Acaraú, está realmente deixando a vida pública. Acertado no último final de semana, em reunião familiar, o deputado de 68 anos de idade, Rogério, que hoje é filiado ao Partido Social Democrata (PSD) deve terminar seu último mandato em 31 de dezembro de 2014 - sem ir para reeleição.
Responsável pela implantação do Pólo Moveleiro da cidade de Marco hoje em pleno funcionamento, gerando emprego para milhares de pessoas nos municípios de Marco, Acaraú, Bela Cruz, Cruz e Santana do Acaraú, Rogério Aguiar continuará como empresário bem sucedido com cerca de quatro indústrias em Marco, além de lojas em Fortaleza e em vários Estados da federação.
Sobral de Prima

Leia mais no site do autor deste artigo: http://www.oacarau.com/#ixzz2tfnlsvqh
Copiar e não citar a fonte, além de má educação, é ilegal.

CHARGE DO DIA!


Atentados na capital: Ônibus incendiados e Sejus atacada

Image-0-Artigo-1548536-1
Um dos ônibus foi incendiado na Rua Damasceno Girão, no bairro Jardim América. As chamas se propagaram de forma muito rápida e atingiram também duas casas. Três moradores tiveram que ser levados para o hospital
FOTO: JAMILE DE CASTRO
Image-1-Artigo-1548536-1
Outro coletivo foi destruído no bairro Siqueira. A Polícia registrou também ataques contra coletivos no Terminal do Conjunto Ceará, onde motoristas e cobradores agiram a tempo de evitar que mais dois veículos fossem destruídos
FOTO: REPRODUÇÃO
Image-2-Artigo-1548536-1
Delegado Lira Ximenes, do 12º DP (Conjunto Ceará), examina o material que foi encontrado com os suspeitos presos: gasolina, fósforo e pedras
fotos: érika fonseca
Image-3-Artigo-1548536-1
Francisco Yuri Teixeira Pinto, 18, tentou fugir após o atentado, foi baleado e preso em flagrante delito
Image-4-Artigo-1548536-1
Carlos Darlly Oliveira da Silva foi preso ainda com alguns apetrechos do crime e deu o nome falso de Sergiano Gomes
Image-0-Artigo-1548641-1
O atentado ocorreu no fim da noite de domingo. Ontem de manhã, servidores da Sejus estiveram no 12º DP onde dois suspeitos foram autuados
FOTO: ÉRIKA FONSECA
Image-0-Artigo-1548535-1
Andrade Júnior determinou que as investigações sejam centralizadas na DRF e DHPP
FOTO: HELOSA ARAÚJO
Polícia Civil investiga se os ataques ocorridos na Capital seriam uma retaliação de bandidos após morte de detentos
Uma sequência de atos de violência abalaram a segurança pública entre a noite do domingo e o começo da madrugada de ontem em Fortaleza. Dois ônibus foram incendiados e outros dois depredados, nos bairros Jardim América, Conjunto Ceará e Siqueira, além de tiros que foram disparados na fachada da sede da Secretaria Estadual da Justiça e da Cidadania (Sejus), na Praia de Iracema.
A Polícia Civil abriu inquéritos para apurar os fatos e não descartou a hipótese de que os atentados seriam uma retaliação de criminosos após a morte de dois detentos no Sistema Penal, assassinatos ocorridos também no domingo.
Conforme indícios das primeiras investigações, os atos de depredações estariam ligados à morte do traficante de drogas e homicida Henrique de Sousa Monteiro, o 'Henrique do Barroso'; e do assaltante José Uedson de Sousa Vieira.
O corpo do primeiro, com marcas de espancamento e tortura, foi encontrado em um banheiro na Unidade Penitenciária Agente Luciano Andrade, em Itaitinga. O segundo, foi baleado pela Polícia durante uma tentativa de motim na Unidade Prisional Desembargador Francisco Adalberto de Barros Leal, no bairro Carrapicho, no Município de Caucaia (RMF).
Jardim América
O primeiro ataque ocorreu por volta de 22h40 do domingo, na Rua Damasceno Girão, próximo à Avenida Borges de Melo, no bairro Jardim América. Um grupo de pessoas desconhecidas se aproximou do veículo e mandou o motorista, o trocador e os passageiros descerem. Em seguida, os vândalos derramaram gasolina no interior do veículo e atearam fogo.
As chamas se alastraram rapidamente e atingiram também parcialmente duas residências. Pelo menos, três moradores tiveram que ser socorridos em ambulâncias do Samu para o hospital pois inalaram muita fumaça. Quando o Corpo de Bombeiros chegou no local, o coletivo já estava completamente destruído. Parte do fogo atingiu também a fiação elétrica do quarteirão e uma equipe da Coelce foi chamada para fazer o desligamento da rede.
Siqueira
O segundo atentado ocorreu já nos primeiros minutos de segunda-feira, quando bandidos que ocupavam um carro de cor preta e duas motocicletas 'trancaram' um ônibus na Rua Plácido de Castro, próximo ao Terminal do Siqueira, e também atearam fogo no coletivo. No entanto, populares e funcionários de empresas do transporte coletivo conseguiram debelar as chamas antes que elas se alastrassem e destruíssem mais um ônibus.
A Polícia Militar entrou em alerta máximo e várias patrulhas do Batalhão de Polícia de Choque foram mobilizadas para reforçar a segurança próximo aos seis terminais de ônibus da Capital e nos corredores por onde trafegam os 'corujões' durante a madrugada. Por volta de uma hora, foi registrado o terceiro ataque a coletivos.
Conjunto Ceará
O fato aconteceu no Terminal do Conjunto Ceará, onde dois ônibus foram parcialmente incendiados. Segundo motoristas, cobradores e fiscais que estavam no terminal, o ato foi praticado por bandidos que estava em um automóvel Polo preto.
Policiais do Ronda do Quarteirão localizaram o veículo suspeito, de placas ORS-4731, e este seguiu em fuga, dando início a uma perseguição policial. O Polo só parou quando o motorista perdeu o controle da direção e o automóvel se chocou contra a mureta de uma residência. Houve troca de tiros e um dos ocupantes foi baleado.
Os dois homens acabaram presos, sendo identificados como Francisco Yuri Teixeira Pinto, 18; e Carlos Darlly Oliveira da Silva, 30, que forneceu para a Polícia o nome falso de Sergiano Gomes Maia. Yuri foi baleado e teve que ser atendido no 'Frotinha' de Parangaba. Em seguida, a dupla foi encaminhada ao 12º DP (Conjunto Ceará).
Naquela distrital, os dois homens foram autuados em flagrante pelo delegado Lira Ximenes, pelo crime de dano qualificado (contra o patrimônio público). Quando foram interrogados, os dois suspeitos disseram que só falariam em Juízo.
Outro ataque
Na última sexta-feira, um ônibus também foi incendiado no bairro Maraponga. O protesto foi realizado por moradores. Eles acusam policiais militares do Ronda do Quarteirão de terem prendido e espancado até a morte o pedreiro Francisco Ricardo Costa de Souza. Os PMs tiveram prisão temporária decretada.
Tiros disparados na porta da Secretaria

A sede da Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejus), na Rua Tenente Benévolo, 1055, Praia de Iracema, foi atacada, na noite de domingo por homens armados que estavam de carro.
Os bandidos efetuaram disparos contra o prédio. No momento do crime, por volta de 22h30, uma pessoa fazia a segurança. Os tiros atingiram a porta de vidro, que ficou com a metade destruída; a parede da recepção e a fachada. Ninguém se feriu.
De acordo com a Assessoria de Comunicação da Sejus, uma equipe da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foi ao local e iniciou nos levantamentos. Ainda segundo a Sejus, as informações referentes aos motivos do ataque serão passadas pela Polícia Civil. A secretária da Justiça, Mariana Lobo não se pronunciou sobre o episódio.
O delegado Lira Ximenes, titular do 12º Distrito Policial (Conjunto Ceará), informou que existe a suspeita de que os dois homens presos como responsáveis pelos incêndios aos ônibus sejam os mesmo que atiraram contra o prédio da Sejus. Na manhã de ontem, três funcionários da Sejus compareceram ao 12ºDP, onde conversaram com o delegado Lira Ximenes.
Sem armas
Os suspeitos dos atentados, Francisco Yuri Teixeira Pinto e Carlos Darlly Oliveira da Silva não estavam armados no momento em que foram presos. Porém, a Polícia não descarta a possibilidade de comparsas deles terem sido os responsáveis pelos disparos feitos contra a sede da Secretaria da Justiça na madrugada.

Polícia quer identificar mandantes dos delitos

O delegado geral da Polícia Civil, Andrade Júnior, disse que as investigações dos atentados ocorridos domingo e de ontem, serão centralizadas na Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) e na Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Segundo ele, ainda não se pode afirmar que os incêndios dos ônibus e o ataque ao prédio da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus) tenham ligações com a morte do detento Henrique de Sousa Monteiro.
Andrade Júnior contou que as apurações estão acontecendo no sentido de desvendar quem estaria por trás das ações. "Não acreditamos que só estas duas pessoas estejam envolvidas nestes incêndios. Queremos descobrir quem está por trás deles. Quem é que está ordenando ou desencadeando as ações".
Segundo o delegado geral, não há dúvidas que os ônibus foram incendiados pelas mesmas pessoas. No entanto, ainda não se pode dizer que o grupo foi o mesmo que atacou à Sejus. "Uma das nossas linhas de investigação é que os ataques estejam ligados à morte do detento, mas temos outra que está sendo mantida em sigilo. Por isto, não podemos dizer ainda que todos estes fatos estão ligados".
Andrade Junior lembrou que movimentos semelhantes estão acontecendo em outras partes do Brasil, mas que aqui, a motivação pode ter sido outra.
"O crime organizado tem agido em represália às ações Polícia, no Maranhão, por exemplo. Vamos ver até em ponto isto pode ter sido um acontecimento desta natureza no Ceará".


Fernando Ribeiro
Fernando Barbosa
Márcia Feitosa

Editor de polícia/repórteres

Curtir no Face...

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Blogger Templates